SINTOMAS DA DEPRESSÃO ASSOCIADA AO ABANDONO EM IDOSOS INSTITUCIONALIZADOS NOS MÚNICIPIOS DE FIRMINÓPOLIS E SÃO LUÍS DE MONTES BELOS-GOIÁS

Bruna Moraes, Mateus Miguel, Vanusa Oliveira, Brenda Mendonça, Daniela Nogueira, Eda Barros, Ricardo Mota, Bruna Monteiro, Vanessa Gonçalves, Sirlene Guimarães

Resumo


Objetivou-se analisar os sintomas específicos da depressão associado ao abandono nos munícipios de Firminópolis e São Luís dos Montes Belos envolvendo os idosos institucionalizados nas instituições públicas Lar Bom Samaritano e na Casa do Idoso Geraldo Francisco Chavier. Estudo descritivo de caráter quantitativo, foi utilizada para a coleta de dados a escala de depressão geriátrica abreviada do Ministério da Saúde (MS) do ano de 2013 com perguntas objetivas cujos entrevistados responderiam sim ou não. 80% dos idosos entrevistados apresentaram alguma sintoma depressiva, sendo que entre os participantes 17% eram mulheres e 83% homens. Estes resultados apontam a grande necessidade de acompanhamento de saúde mental em instituições de longa permanência (ILPI). O diagnóstico e investigação precoce, poderá ser de grande ajuda para os idosos, atuando preventivamente e evitando estes de serem acometidos por doenças psiquiátricas. Estratégias poderiam ser elaboradas e desenvolvidas nestas instituições a fim de promover um cuidado quanto a saúde mental destes idosos institucionalizados.

Texto completo:

PDF

Referências


ALENCAR, MARIANA ASMAR et al. Perfil dos idosos residentes em uma instituição de longa permanência. Rev. bras. geriatr. gerontol. [online]. 2012, vol.15, n.4, pp. 785-796. ISSN 1809-9823.

BAPTISTA, Makilim Nunes; MORAIS, Paulo Rogério; RODRIGUES, Tatiana de e SILVA, Janice Ap. da Costa. Correlação entre sintomatologia depressiva e prática de atividades sociais em idosos. Aval. psicol. [online]. 2006, vol.5, n.1, pp. 77-85. ISSN 2175-3431.

BRASIL. Ministério da Saúde. Estatuto do Idoso / Ministério da Saúde - 3. ed. 2. reimpr. - Brasília : Ministério da Saúde, 2013. 70 p.

BRASIL, Ministério da Saúde. Secretaria de Atenção à Saúde. Departamento de Atenção Básica. Envelhecimento e saúde da pessoa idosa / Ministério da Saúde, Secretaria de Atenção à Saúde, Departamento de Atenção Básica – Brasília: Ministério da Saúde, 2008.

Carreira L, Botelho MR, Matos PCB, Torres MM, Salci, MA. prevalência de depressão em idosos institucionalizados. Rev. enferm. UERJ, Rio de Janeiro, 2011 abr/jun; 19(2): 268-73.

CASTRO, ALFM; COLET, CF. Perfil socioeconômico e características da depressão de usuários do centro de atenção psicossocial (CAPS) de Panambi RS. Revista contexto e saúde.vol.10.N.20.2011.401-408p.

Converso MER e Iartelli I. Caracterização e análise do estado mental e funcional de idosos institucionalizados em instituições públicas de longa permanência. J Bras Psiquiatr, 2007,56(4): 267-272.

Davim RMB, Torres GV, Dantas SMM, Lima VM. Estudo com idosos de instituições asilares no município de Natal/RN: características socioeconômicas e de saúde. Rev Latino-am Enfermagem ,2004 maio-junho; 12(3):518-24. EITE, Valéria Moura Moreira; CARVALHO, Eduardo Maia Freese de; BARRETO, Kátia Magdala Lima and FALCAO, Ilka Veras. Depressão e envelhecimento: estudo nos participantes do Programa Universidade Aberta à Terceira Idade. Rev. Bras. Saude Mater. Infant. [online]. 2006, vol.6, n.1, pp. 31-38. ISSN 1519-3829.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.